IBM Cognos – Arquitetura Básica pt.2

Na primeira parte do post sobre a arquitetura das ferramentas IBM Cognos, falei sobre os aplicativos client, que são utilizados somente no desenvolvimento e gerenciamento da aplicação.

Nesta segunda parte irei tratar do lado web da aplicação.

O programa de instalação irá copiar uma série de arquivos. Após isto, deve ser configurado um serviço web, normalmente o IIS, porem o Apache também é utilizado. A partir do endereço configurado neste neste servidor o cognos estará acessível.

Antes de utilizar o cognos, há algumas configurações a serem ajustadas no Cognos Configuration, tais como o banco de dados de conteúdo (não do data warehouse e sim de configuração do aplicativo) e o endereço do servidor (aquele que você configurou no IIS/Apache). Também há algumas configurações para otimizar o desempenho. Pelo próprio Configuration deve-se iniciar o serviço. Se estiver tudo correto, podemos abrir o Internet Explorer e acessar o Cognos  através do endereço configurado no IIS.

Ao acessar o Cognos, você entrará no Cognos Connection, que é o portal onde todos os relatórios, pastas, atalhos e etc. estão disponíveis. Através do Connection você poderá acessar todas as ferramentas web, que são: ReportStudio, QueryStudio, AnalysisStudio, EventStudio e o Viewer.

– ReportStudio: É a ferramenta de desenvolvimento de relatórios. Com muitos recursos e opções para agilizar a confecção dos relatórios. É possível criar listagens, cross-tabs, filtros obrigatórios e opcionais. O usuário final não acessa esta ferramenta.

– QueryStudio: É um ReportStudio simplificado. O objetivo é possibilitar aos usuários criar relatórios simples mais facilmente, através de uma interface com menos opções “profissionais”. É uma mão na roda para consultas rápidas ao Data Warehouse. Disponível para usuários que precisam fazer consultas “não padrão”.

– AnalysisStudio: Ferramenta para análise dimensional. Pode acessar cubos OLAP (como Cognos Transformer, Microsoft Analysis Services) ou modelos dimensionais acessando base de dados (modelagem dimensional no FrameworkManager).

– EventStudio: Um agente que dispara alertas quando determinadas situações ocorrem. No EventStudio você faz toda a configuração, a condição  que dispara o alerta, quando o evento será verificado, quem deve ser notificado, qual relatório deve ser gerado, etc…

– Viewer: É uma ferramenta “transparente” para a o usuário, pois é nela que são exibidos os relatórios.

Há também o módulo de administração, onde você irá configurar os dispatchers, conexões de bancos de dados, monitoramento do serviços, permissões de acesso e etc…

Basicamente é isto…

Dúvidas? Utilizem os comentários…

Anúncios

One Response to IBM Cognos – Arquitetura Básica pt.2

  1. Samuel disse:

    Reblogged this on SAP BPC.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: